A família de Paula em São Leopoldo

cgp

  • dezembro 2018
    S T Q Q S S D
    « dez    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Blog Stats

    • 1.433 hits
  • Comentários

    Adriano L de Paula em Carlos Octaviano de Paula

Carlos Octaviano de Paula

Posted by cgdepaula em dezembro 28, 2008

Carlos de Paula

Carlos de Paula

Carlos Octaviano  de Paula nasceu em 14 de julho de 1878, sendo filho do advogado Carlos Octaviano de Paula e Emília Loureiro de Paula. Aos 7 anos de idade seu pai foi assassinado na cidade de Montenegro, onde residiam. Sua mãe Emília após enviuvar voltou a morar em São Leopoldo com seus quatro filhos: Nemo, Octacílio, José e Carlos.
Fez seus estudos em São Leopoldo,  no tradicional  Ginásio Nossa Senhora da Conceição mantido pelos padres jesuítas.
Casou-se em 1901 com Frigga Alzira Tufvesson com a qual teve seis filhos: Maria Emília, Aracy Virgínia, Carlos Octaviano, Teodoro, Gilda e Paulo.
Virginia Tufvesson, Frigga, Paulo e Carlos.

Na primeira fila: Gilda e Teodoro, na segunda fila: Carlos, Maria Emília, Aracy e Emília, na terceira fila: Virgínia Tufvesson, Frigga, Paulo e Carlos.

Ocupou diversos cargos públicos de importância em  São Leopoldo. Foi o 26º promotor público da cidade seguindo os passos de seu tio,  Epifanio Orlando de Paula Fogaça  que foi o 3º promotor público de São Leopoldo. no período de 1878 a 1889.Posteriormente  assumiu a carreira de  advogado que desempenhou até o ano de seu falecimento.
Carlos Octaviano dedicou-se intensamente as atividades  políticas, tendo sido  um dos fundadores do Partido Libertador do qual foi presidente do diretório municipal.
Em 1919 foi candidato ao cargo de Intendente Municipal por uma ala dissidente do Partido Republicano Riograndense tendo como companheiro de chapa o industrialista J. J. Martins de Novo Hamburgo, então 2º Distrito de São Leopoldo.  Perdeu a eleição para    Mansueto Bemardi  candidato  oficial do Partido.
Era um  homem de gênio alegre  e muito ligado ao esporte. Foi o fundador do Esporte Clube Nacional juntamente com Luiz Correa, Luiz Emilio Schmidt,  Christian Moog, Leopoldo Hoffmann, Ruben Correa, Nicolau Henge, Gabriel Bello e Sadi Schmidt.           Nesta entidade ocupou  diversos cargos tendo sido presidente, técnico, massagista, treinador e tesoureiro. Juntamente com os presidentes do Sport  Club Montenegro, Juventude, de Caxias do Sul, Internacional e  Grêmio de Porto Alegre fundou a Federação Rio Grandense de Foot Bol.
Faleceu em 19 de setembro de 1932, em São Leopoldo.
Sua esposa, Frigga Alzira Tufvesson de Paula era filha do engenheiro sueco Teodor Tufvesson e de Virgínia Correa de Mattos, natural do Rio de Janeiro.Nasceu a 1º de junho de 1883, na cidade de Passa Quatro, em Minas Gerais enquanto seu pai realizava trabalhos de construção da ferrovia.Além de seu trabalho de dona-de-casa, Frigga dedicou-se com grande empenho ao trabalho teatral. Reuniu um grupo de jovens da sociedade local que gostava de representações e os ensaiava para apresentações em público.Os ensaios eram realizados em sua própria casa, situada ao lado da Igreja  Matriz, e as apresentações ocorriam  na Sociedade 0rpheu onde numeroso público se reunia para assistir.

Entre as peças apresentadas com grande sucesso, figuravam   “A Morgadinha de Val-Flor”, em cinco atos. No elenco Nestor Silva, Ernesto Georg, Orfila Brandão, Dulce e Mário Bohrer, este último no papel de padre confessor, sendo a batina conseguida de um padre que lecionava  no Ginásio Conceição.

De intensa atividade social, a Frigga era também grande incentivadora do Sport Club Nacional, do qual seu marido era fundador e presidente. Comandava ela o grupo de torcedoras todas moças da sociedade da época, levando-as aos lugares onde  o Nacional jogava: Caxias do Sul, Taquara, Novo Hamburgo e outros.

Faleceu a 22 de fevereiro de 1952.

Casa onde viveu Carlos de Paula desde o inicio de 1900 até seu falecimento.

Casa onde viveu Carlos de Paula desde o início de 1900 até seu falecimento.

Recibo de compras feitas em 1901 na Livraria do Globo, entre elas  100 participações de casamento.

Recibo de compras feitas em 1901 na Livraria do Globo, entre elas 100 participações de casamento.

Veja mais fotos da família de Carlos e Frigga.

Posted in de Paula, Terceira geração | 1 Comment »

José Joaquim de Paula

Posted by cgdepaula em dezembro 26, 2008

José Joaquim de Paula nasceu em Vila do Conde, Portugal, a 13 de novembro de 1802, filho de   José Joaquim de Paula e Maria José das Neves.
Como  oficial do exército português , participou com seu irmão Antônio, da Revolução do Porto, em 1828. Com o fracasso da revolução, refugiou-se no Brasil, vindo a fixar residência em São Leopoldo.
Major José Joaquim de Paula

Major José Joaquim de Paula

A 1º  de janeiro de 1833, casou-se com dona Rosa Maria de Oliveira, em Porto Alegre. Sua esposa era natural de Santo Antônio da Patrulha, neste Estado.
José Joaquim serviu na Guerra do Paraguai, onde foi promovido ao posto de major.
Foi também Comandante Superior da Guarda Nacional e da Companhia de Infantaria da Vila de São Leopoldo, no ano de 1858.
Eleito vereador em diversas legislaturas, ocupou  a presidência da Câmara Municipal nos anos em 1851, 1853 a 1858 e em 1860 a 1864.
Rosa Maria

Rosa Maria

Era senhor de grandes posses. Entre seus haveres figurava o Morro de Paula, local de belíssimo panorama, com importantes pedreiras de arenito. A ele pertencia todo o morro, sendo que a extensão de sua propriedade vinha até a hoje Praça do Triângulo, situada no centro da cidade.
O major José Joaquim de Paula e sua esposa, tiveram  nove filhos: Epifanio Orlando de Paula Fogaça, que foi o primeiro intendente de São Leopoldo, José Joaquim de Paula Filho, Virgílio Orácio, Adália, Belchior Orácio, Amabília, Francelina, Adelaide e Carlos Octaviano.
O major José Joaquim de Paula faleceu em São leopoldo,  aos 78 anos de idade, tendo deixado numerosa e ilustre descendência, entre as quais sua bisneta Maria Emília de Paula, vereadora e prefeita de São Leopoldo.
Casa do Morro de Paula, antiga moradia de José Joaquim de Paula. Foto da década de 70.

Casa do Morro de Paula, antiga moradia de José Joaquim de Paula. Foto da década de 70.

Posted in de Paula, Primeira geração | Leave a Comment »